«

»

dez 02 2011

Avaliação de conversor RCA / S-Video para VGA: Dá pra usar como monitor?

Sempre tive curiosidade em saber como ficaria uma imagem padrão vídeo composto ligada em um monitor VGA através daqueles adaptadores que a gente vê por aí na internet, então acabei comprando um para de repente usar em meu futuro Apple IIe.

Se você tem microcomputadores antigos e não está encontrando monitores que aceitem 15Khz para efetuar ligações RGB direto, ou não quer ligá-los em monitores LCD para manter o padrão retrô até a raiz (meu caso), então talvez esta pode ser uma alternativa interessante.

 

Custo / Benefício

Três dias antes da postagem deste tópico, paguei R$ 70,00 neste conversor comprando pelo Mercado Livre, sem contar o frete. Sinceramente, se for para poder utilizar qualquer monitor VGA e ligar qualquer aparelho com saída RCA / s-video com uma qualidade aceitável, acho que o custo / benefício está dentro do limite. Um pouco além deste valor talvez não compense.

A vantagem em utilizar este aparelho é que você pode aproveitar toda a gama de monitores CRT VGA disponíveis no mercado, seja aquele que você já tem em casa ou algum usado por um valor módico, além de que os monitores que aceitam 15Khz estão ficando cada vez mais raros.

Em contrapartida, não espere milagres usando o sinal em vídeo composto, pois bem sabemos que este padrão não é capaz de exibir imagens com definição plenamente nítida.

Uma forma de melhorar a qualidade da imagem usando este conversor seria através do sinal s-video, mas infelizmente não é todo microcomputador antigo que pode oferecer esta saída. Vale lembrar também que em ambos os casos a qualidade final ainda não chega perto de um sinal puro RGB ligado em monitores que aceitem a entrada a 15Khz.

 

O aparelho em si

O acabamento dele é satisfatório e genérico. O que comprei apresenta o design mais comum que você pode encontrar em todos os lugares. Veja ele por baixo para entender as conexões:

Neste modelo temos as entradas s-video e RCA para a realização da conversão, uma entrada VGA caso você queira compartilhar o monitor com um PC e a saída VGA propriamente dita para ligar em seu monitor. A entrada de 5V utiliza pouquíssima energia, como podemos observar olhando no carregador que acompanha o aparelho:

Isto é, são apenas 5 Watts de consumo. Achei estranho o aparelho em si esquentar por completo depois de um tempo, mesmo consumindo tão pouca energia.

Adição posterior: O amigo Marcelo Pires me atentou ao detalhe da fonte ser 1000mA e eu tinha passado batido achando que a fonte era apenas 100mA, portanto, com 1A a 5V é mais do que compreensível que o aparelho esquente, isso não é pouca coisa e o consumo é alto sim!

Na curiosidade abri o aparelho para avaliar a qualidade da placa, o que sinceramente fiquei até impressionado com resultado:

Pensei que através dos detalhes impressos nos circuitos poderia obter as especificações dos componentes, mas infelizmente os chips estão realmente raspados, e não pintados.

O conversor além de vir com uma fonte bivolt, também vem com um conjunto de cabos s-video, RCA e VGA, mais do que suficientes para iniciar uma conexão completa assim que tirar do pacote.

Apenas o manual é motivo de crítica, pois ele é genérico e pelo visto serve para outras versões. Neste ele aponta que o conversor pode rodar até a 75Hz de varredura para VGA, mas não há esta opção disponível para o meu modelo. Enfim, quem compra produtos desta natureza (chinesa?) tem que estar acostumado a este tipo de coisa.

No geral o acabamento e extras do produto estão dentro da média, não passando a impressão de nada ser tão frágil.

 

Botões

Na lateral do aparelho existem alguns botões de fácil acesso para utilizar os menus e recursos, mas acostumar-se com algumas coisas exige um pouco de paciência, como veremos a seguir.

Os botões disponíveis são:

  • AV / SV – Alterna entre os modos de conexão RCA e s-video. Curiosamente aparece como disponível o modo para vídeo componente, cuja conexão não está presente neste aparelho.
  • PC – Alterna para a entrada VGA caso você use o mesmo monitor ligado a um PC.
  • PIP – Habilita o recurso “Picture in Picture”, ao qual está disponível somente no modo AV / SV. Você poderá ver o VGA do PC em tela cheia e em tela menor no canto superior esquerdo a entrada RCA / s-video. Há dois tipos de tamanho, mas não existe a possibilidade de mover a pequena tela. É um recurso interessante, mas com baixa qualidade na imagem do PIP.
  • MODE – Alterna a resolução diretamente ao pressionar o botão. A escolha é cíclica, ao chegar no fim volta para a menor resolução disponível, indo de 800×600 até 1920×1200 a 60Hz.
  • MENU – Mostra o menu de opções e recursos na tela.
  • PP – Alterna entre os modos pré-definidos de vídeo (brilho, contraste etc)

Ao utilizar o botão “Menu”, para navegar nele você utiliza as teclas AV/SV até MODE, aos quais apresentam as funções de “cima, baixo, direita e esquerda” respectivamente, de acordo com o manual.

Demora um tempo para se acostumar a usar o menu pois ele sai da tela em cerca de 5 segundos ou menos se não houver atividade, então você precisa ser rápido na configuração. A vantagem é que todas as configurações são gravadas e mantidas, mesmo depois que o aparelho é removido da tomada.

Edição posterior: As informações não são mantidas! Ao remover o aparelho da tomada por algumas horas os ajustes de imagem gravados na configuração “USER” são perdidos e voltam ao padrão “STANDARD” do conversor. Isso não chega a ser tão ruim porque fiz alguns ajustes no meu monitor, mas quem quiser manter as configurações terão que deixar o aparelho ligado, o que pode não ser uma boa ideia.

 

Menu PICTURE

O menu “PICTURE” apresenta os ajustes de imagem, que ficam gravadas na configuração “USER”, que podem ser acessadas posteriormente pelo botão PP.

As opções BRIGHTNESS, CONTRAST, SATURATION E TINT tem escalas de nível de 0 a 100 e creio que não preciso explicar suas funções, pois atuam como deveriam sem surpresas.

A opção “SHARPNESS” oferece uma escala que varia entre 0 a 15, e curiosamente deveria ser algo do tipo nivel 0 para menor nitidez e 15 para nitidez total, porém, não é nada disso que acontece. Cada número é um tipo de processamento de nitidez diferente, alguns semelhantes, outros bem diferentes. Deixei no padrão 3 para o ZX Spectrum +2, que me pareceu mais atraente e nítido. Percebi que isso também pode variar conforme o aparelho conectado ao conversor.

A opção RESET irá restaurar o dispositivo para os padrões de fábrica, mas tome cuidado, ao pressionar o botão para esquerda ou direita em cima desta opção o reset ocorre alguns segundos após de forma irreversível, e não te pergunta nada!

 

Menu RESOLUTION

Este menu atua da mesma forma que o botão “MODE”, mas exibe a lista de resoluções disponíveis:

Neste menu basta ir para cima e para baixo, ao pressionar para esquerda ou direita a resolução é alternada imediatamente. Não foi possível mexer na frequência de varredura, ao contrário do que afirma o manual, que por sinal também não explica nem como alterar isso.

Um detalhe curioso é que na barra do menu o dispositivo pulou o ícone de áudio, então creio que este firmware deva servir para versões que possuam algum tipo de conexão de som também.

 

Menu INPUT SOURCE

Este menu atua de forma semelhante ao botão “AV / SV”:

Como as opções anteriores, basta seguir para cima e para baixo para alternar entre as opções e pressionar para esquerda ou direita para confirmar.

A opção “TV” não pode ser selecionada pois este dispositivo não possui este tipo de recurso.

Agora vem o detalhe curioso que ao meu ver é BOMBÁSTICO… A opção YPBPR está disponível e aparece na tela a fonte como “1280×720 – 720p – 50hz”. Mas se o aparelho não tem este tipo de entrada, porque aparece esta opção? Seria apenas um firmware genérico? Para resolver de vez a questão resolvi abri-lo e dar uma olhada mais de perto para ver se na placa há alguma conexão que possa ser usada para criar entradas de vídeo componente, e só achei uma coisa interessante:

No canto da placa está escrito “YPbPr TO VGA”? Mas não há nenhuma conexão extra e o manual não diz nada… Testei então um Amiga 600 ligado em RGB no VGA IN para ver se acontecia algo, mas nada.

Mais pra frente farei um cabo no padrão usado em projetores, com entradas vídeo componente para VGA, e quem sabe talvez este conversor aceite este tipo de conexão, o que seria ótimo pois é um recurso extra bem vindo. Se tratando de uma placa de origem duvidosa, nunca se sabe.

 

Menu OSD SETTING

Este menu apresenta as opções de exibição das informações na tela (OSD – On Screen Display):

Você pode alterar a linguagem de inglês para chines, mudar a posição do menu e sua transparência em relação a imagem de fundo, nada além disso.

 

Qualidade de imagem

Observação inicial: As fotos exibidas que apresentarem faixas horizontais não representam a realidade aos olhos humanos. Isso acontece devido a diferença de frequência entre a câmera fotográfica e o monitor CRT.

Meu motivo em comprar este conversor era para utilizar os micros antigos em monitores CRT, pois estes sim estão ficando cada vez mais raros de encontrar compatíveis com 15Khz, já os monitores de LCD você até encontra um ou outro ainda. Por melhor que seja a imagem do LCD, sou mais a imagem de um monitor de tubo para estes micros, parece que o “casamento” fica melhor.

Usei em todos os testes aqui um Monitor CRT modelo LG Flatron T730SH de 17 polegadas, mais comum impossível.  O que estranhei é que o conversor conseguiu exibir tranquilamente 1920×1080 a 60Hz neste monitor SEM PROBLEMA ALGUM, algo totalmente fora de suas especificações, além de ser uma resolução tecnicamente widescreen. A única resolução que o monitor saiu de frequência foi 1920×1200 (WTF?).

Na primeira exibição de imagem não posso dizer que fiquei satisfeito, na verdade me veio os primeiros segundos na cabeça “joguei dinheiro fora”, depois com uma certa dose de insistência consegui atingir um bom padrão de qualidade de imagem, creio que seria o máximo que o vídeo composto de um ZX Spectrum +2 pode oferecer:

Sempre que a entrada é reiniciada ou o aparelho conectado faz alguma mudança na resolução (o Amiga, por exemplo), o conversor exibe ao lado superior direito qual é o formato, resolução e frequência utilizada no VGA. No caso do ZX Spectrum +2B é exibido a resolução 1024×768 a 60Hz (opção minha), e o formato de vídeo em padrão PAL (original do micro).

O que percebi como negativo é que ao usar o padrão PAL a imagem fica dando algumas tremidas a cada 2 a 3 segundos na tela branca e menu de entrada do ZX Spectrum, mas curiosamente nos jogos isso não aconteceu, pelo contrário, ficou tudo muito nítido e agradável (depois de muita regulagem). Não sei agora se é algo peculiar a temporização deste microcomputador em relação ao conversor (60hz do VGA contra 50hz do padrão PAL), ou se o conversor lida melhor com fontes NTSC. Porém, das fontes em PAL que testei, o ZX Spectrum foi a que se saiu melhor em qualidade, só perdendo um pouco para o Amiga 600 em NTSC puro, que demonstrou mais precisão nas cores.

Testando o MSX, TK 2000 e Amiga cheguei a certas conclusões, ao qual demonstro nas fotos a seguir.

No MSX Expert Plus a imagem ficou detectada como PAL pelo conversor. Não havia nenhuma trepidação igual ao ZX Spectrum +2 e a qualidade de resolução e nitidez estavam muito boas,  mas as listras nas cores e tons alterados tornaram a utilização INACEITÁVEL. Talvez em um MSX originalmente NTSC isso não aconteça.

Esta tela era para ter uma cor azul por completo, sem nenhuma faixa.

No Amiga 600 independente do padrão alterado pelo software DEGRADER, o conversor sempre detectava como NTSC, creio que devido ao motivo de meu Amiga ser realmente NTSC.

Abaixo você vê o jogo Golden Axe no Amiga 600 sendo executado como NTSC padrão, sem alteração alguma:

A qualidade ficou excelente sem nenhum tipo de trepidação e com muita precisão nas cores. Até ganha-se “gratuitamente” um pouco de anti aliasing devido as características do vídeo composto. Eu gostei.

Agora veja a diferença quando uso o DEGRADER e coloco as opções para forçar o sistema em PAL a 50Hz, as cores ficam completamente alteradas e com faixas verticais gritantes, muito pior do que aconteceu ao MSX Expert Plus:

É de doer os olhos, isso inviabilizou o uso de meu Amiga 600 com jogos neste conversor.

O caso acima pode ser explicado pelo motivo que o Amiga 600 NTSC usando o DEGRADER acaba usando o padrão NTSC 50, e sendo fora da especificação oficial as cores não são convertidas corretamente pelo conversor. (Correção na informação provida pelo Marcelo Pires – Mugo)

Já o Workbench 3.1 em 640×200 ficou com uma imagem boa em NTSC:

Testei depois o Workbench em 640×400 entrelaçado e a imagem ficou nítida e legível enquanto estava estática, mas ao mover as janelas e o cursor do mouse há rastros de desentrelaçamento, prejudicando a qualidade.

Vale ressaltar o fato de que se o Amiga 600 fosse PAL, talvez o conversor teria tratado de outra forma pois a fonte seria realmente PAL 50Hz. Acredito realmente que este conversor tenha dificuldades sérias em lidar com fontes em um padrão não oficial (PAL 60 e NTSC 50). Obs.: Antes da correção do Marcelo Pires acreditava que meu Amiga estava rodando em PAL 60, eu não havia cogitado a possibilidade do formato NTSC 50.

ATUALIZAÇÃO: O amigo Marcelo Pires (Mugo), conhecido por seu grande conhecimento na comunidade do Amiga, me informou que na verdade este problema de cores é porque meu Amiga 600 é NTSC e ao forçar o padrão PAL ele vai para NTSC 50, causando problemas mais sérios na exibição das cores. Vendo por este lado, o MSX Expert Plus ainda não é tão prejudicado sendo reconhecido como PAL 60 se comparado ao Amiga quando entra em modo NTSC 50. A explicação completa você pode conferir nos comentários do Marcelo no final deste post.

No TK 2000, o conversor detectou o padrão como NTSC e as imagens ficaram com uma qualidade bem acima de uma TV de tubo, porém, o conversor ressalta as deficiências do próprio TK 2000, o que não é problema para os saudosistas:

O microcomputador escolhido para ficar usando o conversor por enquanto é o ZX Spectrum +2, pois os outros televisores que tenho no momento não são capazes de exibir colorido o padrão PAL europeu dele.

 

Padrões de imagem pré-definidos

Nas fotos acima até agora usei o padrão de imagem “STANDARD” do conversor, ao qual as cores ficam vivas e o resto das regulagens ficam em nível intermediário. Já no ZX Spectrum +2 percebi que este padrão causa um certo “vazamento” de cor, talvez seja algo com o modificação de saída de vídeo composto ou peculiaridade do hardware.

Abaixo seguem algumas fotos sequenciais dos padrões pré configurados de imagem que o conversor possui:

 

USER: Apresenta as configurações que você efetuar no menu “PICTURE”. Para resolver o vazamento de cores do ZX Spectrum +2 tive que deixar a saturação em um nível muito baixo (5%) para as cores fixarem e dar uma nitidez plena, mesmo que isso tenha deixado a tonalidade relativamente fraca.


STANDARD: Deixa as cores vibrantes com brilho e contraste intermediários.

 

COOL: Torna as cores frias.

 

WARM: Deixa a tonalidade das cores quente.

 

BRIGHT: As cores ficam intermediárias, com contraste mais baixo e brilho alto.

 

SOFT: Mantém as cores intermediárias, mas com baixo brilho e alto contraste.

 

NOSTOMANIA: Remove toda a saturação e mantém o resto das configurações a nível intermediário, deixando a imagem preto e branco. É perfeito para alguns jogos do ZX Spectrum onde o “colour crash” é mais agressivo.

 

Qualidade de processamento

Todos os conversores digitais de imagem possuem um processador que realiza a conversão em tempo real, e isso dependendo da qualidade do hardware pode geral algum tipo de atraso de resposta no resultado final.

Percebi que neste conversor este atraso existe quando utilizei resoluções acima de 1280×1024, mas isso se estabilizava pois o atraso era quase o mesmo em 1920×1080. Se eu pudesse considerar um valor, creio que este atraso esteja no MÁXIMO entre 25 a 50 milissegundos, mesmo assim isso não demonstrou atrapalhar uma digitação rápida ou jogos mais intensos.

O mais curioso é que no ZX Spectrum este atraso é menor mesmo em 1920×1080, não causando problema em nenhum jogo, nem mesmo no famoso R-Type. Já no Amiga 600 me segurei na resolução do conversor a 1024×768, pois acima disso percebi um atraso desconfortável no mouse usando o Workbench, porém, nos jogos este atraso é imperceptível.

Através destes testes notei então que de alguma forma o processador deste conversor é mais rápido quando recebe resoluções menores de entrada, se é que é isso o que acontece mesmo, ou talvez tenha ligação com o ZX Spectrum +2 ser padrão PAL a 50Hz. Quando puder testar o sinal s-video ou um conversor vídeo componente para VGA usando uma resolução mais alta de entrada poderei ter certeza sobre esta característica.

Em todo caso, este tipo de ocorrência já era esperada e não desmerece a qualidade deste conversor, pois suportou o suficiente para proporcionar uma excelente qualidade em monitores de tubo. Já vi conversores mais antigos em 2005 que em apenas 640×480 apresentavam um atraso muito acima do que este avaliado e incomodava em todos os aspectos.

 

Conclusão

Antes de mais nada, é necessário ressaltar que a quantidade de versões de conversores RCA / s-video para VGA no mercado é grande, portanto, a qualidade e opções apresentadas aqui podem variar em relação ao modelo que vocẽ adquirir.

Se você não tem conhecimentos para executar alterações ou máquinas que possam se beneficiar de uma saída RGB, bem como não tenha um monitor que possa receber este tipo de entrada na frequência correta, este conversor pode ser uma boa saída.

Para esta versão avaliada considero a qualidade adequada e até acima da média com as devidas configurações, desde que o usuário não utilize sinais fora do padrão, como o PAL 60 ou NTSC 50.

É fato que na utilização do sinal s-video a qualidade deverá receber grandes melhorias, resultado este que ainda desconheço por não possuir equipamentos que proporcionem esta saída até o momento.

Assim que conseguir um equipamento com saída s-video (ou criar uma) e ao mesmo tempo testar se este conversor aceitará mesmo uma entrada de vídeo componente para VGA, criarei um novo post para expor os novos resultados.

 

Fotos extras e imagens em alta definição – Google Picasa

 

Atualização – avaliação da entrada S-Video – 25/03/2013

O amigo Emiliano do site MSX Outer Haven complementou este review, fazendo uma avaliação eficiente sobre o funcionamento deste mesmo conversor em um microcomputador MSX com saída nativa S-Video. Esta avaliação foi uma verdadeira mão na roda, pois demonstrou que ao contrário da entrada de vídeo composto, a entrada S-Video não apresenta listras verticais em certos modos de vídeo, além de oferecer uma nitidez superior. Vejam todos os detalhes e fotos direto no site MSX Outer Haven.

Important!

ATENÇÃO – ATUALIZAÇÃO 03/04/2013

O amigo PopolonY2k me notificou hoje que o modelo do conversor descrito neste artigo, marcado como MIGTEC e COMTAC, em seu lote mais recente não está apresentando o mesmo nível de compatibilidade com todos os padrões de cor. Ao usar o modelo anterior (avaliado neste artigo) a imagem e cores foram reproduzidas perfeitamente em seu MSX Turbo R, mas ao comprar um modelo mais recente, esteticamente idêntico, a imagem ficava monocromática.

Se for adquirir este conversor em uma loja, portanto, faça o possível para levar o dispositivo a ser utilizado e peça para testá-lo a fim de não ter surpresas desagradáveis posteriormente. No caso dos conversores vendidos no Mercado Livre, você pode insistir em perguntar ao vendedor qual é o padrão de sinal aceito (sem confiar no anúncio), e ao chegar o produto, caso ele não apresente a compatibilidade certificada pelo vendedor, você terá como recorrer (teoricamente).

 

114 comentários

1 menção

Pular para o formulário de comentário

  1. PopolonY2k

    Opa….

    …tenho exatamente um desses e acontece mesmo o problema das listas quando se liga em qualquer monitor (no meu caso LCD).

    A resolução fica pifia é verdade, porém isso só acontece quando se está utilizando a saída de vídeo RCA do MSX.

    Se vc tem um MSX com SVideo (como os WSX ou Turbo R), a imagem fica perfeita.

    Então o problema está na entrada RCA desse conversor.

    []’s
    PopolonY2k

    1. Mauro Xavier

      Na verdade percebi que tudo que é no formato PAL fica com estas listras, até no ZX Spectrum fica um pouco mas vai na boa porque as cores não ficam estranhas.

      Agora no Amiga 600 em NTSC, usando RCA mesmo, a imagem fica ÓTIMA, ainda mais por se tratar de vídeo composto, você viu lá nas fotos?

      Então são apenas duas alternativas melhores… Ou o micro tem que ter saída RCA NTSC, ou vai de s-video mesmo. PAL 50 dá pra engolir, mas não fica perfeito, PAL 60 sem chances.

      1. PopolonY2k

        O meu está idêntico ao….

        …das fotos.

        O manual do produto diz que é ntsc e pal, porém com pal fica pífia a imagem.

        No meu caso tenho 2 MSX Japoneses e tb fica ruim.

        []’s
        PopolonY2k

        1. Mauro Xavier

          A imagem PAL aqui fica horrível se for PAL 60, em PAL 50 dá até pra ficar na boa, agora NTSC fica tranquilo até em vídeo composto.

          Tenho algumas ideias em mente para dar uma “tunada” na imagem, vamos ver se dá certo.

          Vou conseguir alguns aparelhos em s-video e fazer o cabo componente-vga para testar novamente, aí faço um novo post avaliando estes outros tipos de sinal no conversor.

  2. Ritcho

    Olá Mauro!
    Parabéns pelo tópico.
    Eu tenho um conversor desses, mas pela falta de tempo entre outros, só o testei no MSX e eu realmente estava um pouco decepcionado com ele. Mas depois de ver a imagem do A600 em NTSC, já fiquei bem mais animado. De qualquer forma esse conversor me quebrou um galhão. Como eu estava fazendo testes com a V9990 no MSX (e para isso eu precisava de dois monitores), o adaptador foi a solução que encontrei pra usar um monitor que não aceitava os 15Khz.
    Parabéns mais uma vez e um grande abraço!
    Ritcho.

    1. Mauro Xavier

      Fico feliz que tenha gostado!

      É como disse ao PopolonY2k, tenho algumas ideias em mente, e se derem certo, haverá outro post complementando este com novas dicas.

      O que publiquei agora é principalmente voltado a quem não tem este conversor e está com dúvidas a respeito. O próximo será para quem já tem um e quer fazer alguns “tweaks” para reproduzir imagens melhores.

  3. Claudio

    Cara! PARABENS PELO EMPENHO! Vai ajudar muita gente que quer ter um PLUS para VGA dos nossos saudoss micrinhos! Muito bem detalhado tua analise! Coisa de revista hahahahah

  4. Alexandre

    Cara, ótimo saber! Vejo um monte desses aqui na Santa Ifigênia em SP e nunca comprei por também pensar “vou jogar meu dinheiro fora”.
    Mas agora que meu ZX128 +2 vai chegar e tenho um monitor CRT de 19″ da Philips encostado aqui… já era. Vou pegar um. :)
    Haha. Valeu pelo ótimo review!!

  5. Marcelo Pires

    Mauro, parabéns. Ficou bem legal a análise!

    Só queria comentar em dois pontos. Primeiro sobre o consumo. O consumo desse aparelho, a julgar pela foto da fonte, é próximo a 1A. Isso é coisa pra caramba em 5V!! E é por isso que ele aquece como você falou. Pra falar a verdade, equipamentos que processam vídeo sempre consomem muito e esquentam bastante. E em eletrônica você pode contar: quanto mais esquenta, mais consome!

    Agora, quanto ao modo de vídeo, principalmente com relação ao Amiga (mas vale para outros sistemas também), a saída a que você se refere como “PAL 60″ é na verdade “NTSC 50″. Isso contando que o seu Amiga seja NTSC.

    Quando você muda a resolução do Amiga para PAL, o que muda é apenas a taxa de atualização vertical, nesse caso de 60Hz (utilizado no padrão NTSC e no nosso PAL-M) para 50Hz (utilizado nos PALs europeus e no SECAM).

    O grande problema desses adaptadores, e de muitas TVs também (principalmente as modernas de LCD) é que o circuito de identificação do sistema de cores, ao invés de utilizar a sub-portadora de cor para identificar o sistema de cores, utiliza a frequência vertical. Então quando você muda a frequência vertical para 50Hz para ter mais espaço na tela, a TV pensa que está recebendo um dos sistemas europeus e chaveia o sistema de cores de acordo. Só que como você ainda está enviando o NTSC (o sistema de cores não muda nunca, só a resolução), a imagem fica totalmente borrada e com cores estranhas, porque o conversor está “decodificando” as cores na frequência errada.

    Uma forma de resolver isso seria forçar o conversor a utilizar um sistema de cores específico, no seu caso o NTSC. Ele não permite selecionar o sistema manualmente?

    De qualquer forma, muitas vezes o aparelho permite selecionar o sistema de cores, mas muda também a frequência vertical, e aí a imagem fica colorida, mas “correndo” na vertical.

    Apesar disso o aparelho quebra bem o galho!

    Um abraço!

    1. Mauro Xavier

      Nossa, eu tinha lido 100mA, agora que vi que na verdade é 1000mA, isto é, 1A! Vou corrigir lá.

      Pois é, vi que faz tempo que estes aparelhos mais recentes não tem chave “NTSC / PAL”, no manual esta chave aparece, mas na realidade no lugar desta chave tem uma luz azul, ao menos no meu é assim. Agora está tudo “automático” (hum…)

      Só para complementar, o PAL 60 acontece também, no caso é como o meu MSX 1 é detectado (nas capturadoras de PC aparece assim também), mas até que vai na boa, apesar das faixas.

      Já no Amiga 600 com o hardware NTSC estoura tudo por que então o DEGRADER força para NTSC 50, bom saber… Obrigado pela explicação, vou lá complementar no post o que escreveu e te dar os devidos créditos. Valeu!

  6. Alexandre

    Mauro, encorajado depois desse seu review, saí à caça de um desses aqui em SP.
    Vi um igual à esse, mas o lojista me mostrou um da Leadership. Um tal de LCD TV Box… é mais caro (possui um receptor de TV interno também), mas li que ele reconhecia PAL-M/N/I/B/G/K, S-Video… hehehe. Bom, então peguei um.
    Só dei uma pequena testada ainda, liguei o MSX (Expert 1.0) e o Amiga 600 num monitor LCD da AOC que tenho aqui de 19″.
    Funcionou de boa. Claro que não ficou aqueeeela maravilha, mas no MSX a imagem ficou blz. Vou testar depois no monitor CRT que acho que deve ficar melhor, pois a resolução é menor que do LCD… depois falo mais. Mas a imagem tanto do MSX como do Amiga ficaram iguais.

    1. Mauro Xavier

      Aqui no manual do meu diz que é compatível com os padrões NTSC (Taiwan e USA), NTSC-EIAJ (Japão), PAL (Euro e China), PAL-M (Brasil) e PAL-N (Uruguay Paraguay). Estes padrões não tenho dúvidas que rodem bem, mas sabe como é… Teste aí no seu em PAL 60 e NTSC 50 e veja como fica, de repente você tem mais sorte e o processador do seu é mais “inteligente”, ou dá para forçar um padrão como sugeriu o Marcelo Pires. Aproveite e passe o modelo exato dele para o pessoal tomar por base.

      No CRT deverá ficar melhor não apenas pela resolução, mas pelo padrão da tecnologia que ele emprega, já que os pixels brilham mais e você acaba ganhando um “antialiasing gratuito”, que somado ao tipo de conexão do vídeo composto isso fica mais acentuado ainda. No LCD você verá mais imperfeições do vídeo composto devido a precisão dos pixels. Eu gosto de LCD para PC, não para equipamentos retrô, nem mesmo conectados via RGB puro, acentua demais os pixels devido a baixa resolução.

      Use o DEGRADER no teu Amiga 600 para mudar de sistema e rode algum jogo, me diga como ficou, pois ele foi o mais prejudicado.

      No caso do teu MSX Expert, sempre é um mistério, uma amigo me mandou um e-mail dizendo que a placa lógica do Expert não serve de base, ele já viu diferenças gritantes de um pra outro, mesmo sendo até o mesmo modelo.

      Vou pegar outras coisas pra testar em um futuro post, pois este conversor que usei é o mais genérico possível e deverá ser o mais fácil de ser encontrado, de repente até dentro de caixas de seriais ;)

      Me avise depois como ficaram teus testes, heim? Fiquei curioso.

  7. Alexandre

    Bom, vamos lá. Nunca tinha visto esse Degrader, instalei e não sei se mexi direito. :)
    Quando eu clico em 50Hz e em SurviveNoReset, ele dá umas piscadas coloridas e volta pra tela inicial (no caso, eu estava no shell/cli…não lembro como se fala no Amiga :) ). Bom, ficou tudo preto e branco.
    O meu A600 é o brasileiro, feito pela PCI. Ligando ele normal, o conversor reconhece como PAL-M. Mudando pra 50Hz no Degrader, o conversor reconheceu como NTSC-N e ficou p&b.
    Eu posso selecionar no meu conversor o tipo de cor que quero:
    NTSC-N/M/50/60
    PAL/M/60/Nc
    SECAM
    Mas em nenhum funcionou à cores em 50Hz. A única coisa boa aqui é que a imagem do jogo Agony (o que testei), que normalmente perco as linhas de baixo no PAL-M, aqui enquadrou direito no monitor.
    Rodei o Degrader dentro do WB e fica p%b também. Mas aí… meu WB está como NTSC… :)
    Se tiver algum outro tipo de teste, mexendo em alguma coisa que eu não mexi, me explica aí.

    O MSX é reconhecido como PAL-M também. E as cores estão ok. Só meio estouradas, mas é mexer nas definiçoes.

    O aparelho é o Leadership LCD TV Box modelo 6178.

    Aqui:
    http://imageshack.us/g/703/20111203162614991g.jpg/
    vocês podem ver umas fotos que fiz. Lemmings e Civilization em PAL-M (ou quando mudo pra 60Hz) e a tela inicial do Agony em 50Hz (P&B).
    As telas do Pitfall são do MSX (não fiz ajustes de saturação, cores, etc. Dá pra melhorar). :)
    Espero que o ZX 128+2 pegue à cores… hehe. :)
    Mas que quebra um BAITA galho, quebra sim.
    Abs.

    1. Mauro Xavier

      O Degrader você precisa deixar como o sistema como 50Hz e refresh de tela como 50Hz, tem jogo que via disquetes não roda se não for assim. O WHDLoad também faz isso quando o jogo precisa. A grande verdade é que seu eu pudesse ter um Amiga PAL europeu, iria preferi-lo, pois a maioria dos demos e jogos usam este padrão.

      Curioso, o meu Amiga 600 também é brasileiro feito pela PCI mas é por natureza NTSC, e não PAL-M.

      Hum… Estranho o teu conversor não chegar a pegar cores a 50Hz porque ele detectou como NTSC-N, tenta forçar teu conversor para NTSC 50. Em todo caso, a imagem ficou boa.

      A imagem do teu MSX já está infinitamente superior ao meu, provando que a compatibilidade PAL-M do seu é real, o meu é “compatibilidade xing-ling”… Estou fazendo umas gambiarras aqui para mostrar em outro post, vamos ver se melhora.

      Ah, quebra um galho sim, no ZX deixei tão legal que vai ficar nele… Talvez só troque para usar no monitor de segurança Sony que comprei pela bagatela de R$ 40,00 e estou esperando chegar (motivo para outro review).

      Vi por aí este conversor Leadership por R$ 119,00, quanto chegou a pagar no seu?

  8. Alexandre

    Então… mudei pra NTSC50 também e fica P&B.
    Fiz também no próprio Amiga a mudança de monitor para PAL. Acontece a mesma coisa. O conversor vai pra NTSC-N. Se eu coloco em PAL ele pega, mas P&B também. :)
    Vai ver meu conversor não reconhece ok o PAL50… :( ai ai… aí não vai dar pra usar no ZX. Só esperando ele pra saber. Se ele pegar P&B… :P vou ter que comprar outro.
    O preço é esse mesmo. Vi de 119,00 até 190,00.
    Também no meu, se eu mudar pra todas as resoluções possíveis, tudo pega no meu monitor… estranho… devia apagar.
    Quanto à chavinha pra selecionar NTSC/PAL no seu modelo, eu vi um igual mas prateado. Ele tinha 2 chavinhas (1 e 2) para selecionar NTSC ou PAL. :)

    1. Mauro Xavier

      Não esquente a cabeça, tenho certeza de que o teu ZX Spectrum +2 vai pegar colorido pois o padrão PAL dele é original de fábrica, não tem gambiarras para forçar o formato como o que o DEGRADER faz.

      Se a “beleza” da placa lógica do MSX Expert pegou colorido com boa imagem nele, eu acho sim que o PAL vindo de um aparelho europeu vai pegar colorido.

      Me avise quando você testar te ZX +2, se não der certo tenho algumas dicas que podem te ajudar.

      PS: Vi que estes modelos de conversor que você encontrou que tem chavinha de NTSC/PAL usam uma resolução menor, indo até 1280×1024, prefiro o meu, vai que um dia acabo tendo que usar um LCD widescreen.

  9. Neo Winston

    Excelente o review! Obrigado!

  10. Marcelo Pires

    Pessoal, desculpem vir dar “pitaco” de novo, mas acho que ainda ocorre uma pequena confusão nessa questão de sistemas de cores.

    Os Amigas da PCI foram transcodificados para PAL-M.
    O seu, Mauro, talvez tenha sido modificado posteriormente por outra pessoa, já que você diz ser NTSC.

    Quando rodamos o Degrader e mudamos o sistema de vídeo para 50Hz, o que muda é a taxa de atualização da tela, e por consequência a resolução da tela fica maior um pouco na vertical. Mas o sistema de cores não muda! Ou seja, num Amiga da PCI ficaria ainda em PAL-M, mas com taxa de atualização vertical de 50Hz.

    Notem que sistema de vídeo e sistema de cores são duas coisas diferentes!

    O problema é que não existe o padrão PAL-M com 50Hz vertical. Só Pal-M com 60Hz. Então o decodificador do conversor não identifica o modo de cores. E mostra a imagem corretamente, mas sem cores porque tenta decodificar outro sistema de cores (no caso de vocês entendi que foi NTSC-N.

    Pra esse caso há uma solução razoavelmente “simples”. Basta transcodificar o Amiga novamente para NTSC.

    A transcodificação consiste em mudar o oscilador a quartzo, e trocar alguns capacitores e resistores. Pro NTSC não precisa colocar cristal nenhum. A maior dificuldade desse processo é manipular os componentes SMD, que pra quem não tem prática é mais complicado.

    Se o Amiga estivesse em NTSC e rodando em 50Hz, daria pra usar o modo NTSC-50 do adaptador da Leadership ;-)

    Abraços!

    1. Mauro Xavier

      Eu sei que a grande maioria dos Amiga’s da PCI são PAL-M, mas o meu é NTSC e veio originalmente assim pois quando comprei ele estava com dois selos originais da PCI, além de que quando o abri para trocar os capacitores tudo era original na placa. Quando comprei do Alex / Ivan pelo ML estava escrito no anúncio “NTSC”, até perguntei novamente antes de comprar.

      Em três televisores, um conversor e um monitor de segurança foi acusado como NTSC 60 o seu padrão, nos jogos PAL se executar sem o degrader eles ficam mais rápidos e perdem a parte inferior da tela, então não tenho dúvidas neste Amiga 600 ser NTSC de fábrica, mesmo sendo da PCI. Quando forço os televisores, conversor e monitor para PAL-M ou PAL, fica preto e branco ou sai de frequência de operação.

      Chegou ontem o monitor de segurança da Sony, este pega PAL-M (quando ligo o MSX ele acusa PAL-M na tela e somem as cores, coisa da minha placa analógica que deve estar uma “beleza”), quando coloco meu Amiga 600 ele exibe na tela “NTSC” e quando uso o degrader ele muda para “NTSC 50″, e ajusta tudo, sem ficar piscando a tela, isto é, este monitor de segurança aceita o que vier e mostra na tela realmente o que está acontecendo… Uma bela aquisição pela bagatela de R$ 40,00, mas este trambolho de apenas 14″ pesa 15 KILOS!

      Segundo li, não é fácil transcodificar o Amiga 600 porque um dos chips customizados (Agnus) também envia o sinal em PAL ou NTSC, não bastaria apenas trocar os capacitores, cristal e resistores, ele ficaria “meio transcodificado”, porque se fosse somente isso, eu iria preferir ter meu Amiga como PAL europeu. Afirmo isso devido ao relato do Rogério Kauer em um fórum gringo, veja:

      “On the A600: replace the RF modulator, switch a pin on the composite encoder (CXA1145), swap the Agnus for a PAL unit (both Agnus must be from the same series!), swap the main crystal from 28.6363 to 28.3751 and finally move the zero-Ohm “resistor” on Agnus’s pin #41 from Vcc to ground”

      Porém, no caso do Amiga PAL-M da PCI, ele usa algo diferente? Por exemplo, como um Agnus NTSC e mais alguns componentes somente para mudar o padrão de cor? Neste caso seria mais fácil a conversão para o Alexandre?

      O caso do Alexandre é diferente do meu, não sei como o Degrader trata um Amiga realmente PAL-M e como ele é reconhecido pelos aparelhos ao mudar as configurações por ele. No meu caso acho que é mais simples, já que o NTSC é mais “batido” por aí… Se bem que preferia ter um Amiga PAL, porque a maioria dos softwares estão formatados para ele.

      PS.: Você não só pode como deve comentar o que achar necessário, “pitacada” aqui é muito bem vindo, ainda mais se trouxer mais conhecimento para todos.

  11. Ricardo Bittencourt

    Aumenta o tempo de exposição das fotos que a barra preta desaparece. Você precisa ajustar também o iso ou o f-number para não saturar a imagem com a exposição longa.

    1. Mauro Xavier

      Oi, RicBit! Quanto honra ver teu comentário por estas bandas ;)

      O problema é que uso o celular ZN5 para tirar as fotos, então tenho quase certeza de que este recurso não deve existir devido a categoria básica do produto, em todo caso irei procurar pois seria algo muito bem vindo para poder tirar fotos de CRT com perfeição. Quem sabe mais adiante eu venha a comprar uma câmera adequada para isso, então volto, tiro todas as fotos novamente nas mesmas posições e atualizo todos os links, fazendo um post de recomendação com links para que os usuários revejam as fotos com a qualidade merecida.

      Obrigado pelas dicas, vou dar uma estudada a respeito!

  12. Marcello Mancini

    Olá, Mauro

    Comprei um conversor igual a esse para RODAR uma placa arcade da taito de 1979 que tem rgb(somente os fios red,green,blue, e o sincronismo composto) com saida a 15khz..

    Será que eu joguei dinheiro fora?

    Não funcionou..

    Eu estou fazendo a ligação errada?

    Eu tenho que ligar os 4 fios em um conector svideo, primeiro?

    Eu fiz o seguinte: Usei o conector db15(vga) para ligar esses mesmos 4 fios e introduzi na entrada VGA in do conversor

    No meu LCD sansumg que aceita sinal 15khz esta funcionando, SÓ QUE UM DETALHE que pode ser a explicação: Eu separei o sinal do SINCRONISMO atraves do componente LM1881(pq o lcd exige o sinal V e H em separado)

    Será que é por isso que não funciona?

    Obrigado e espero contar com sua ajuda

    1. Mauro Xavier

      Se o seu monitor já aceita 15Hz, você não precisaria deste conversor, a não ser que esteja ligando alguma outra máquina pelo vídeo composto ou s-video e queira compartilhar o monitor.

      No caso da entrada VGA deste conversor, ela faz a passagem direta para o monitor para ajudar na comutação entre VGA / Composto / S-Video sem ficar tirando e colocando cabos, nada além disso. Você pode usar o mesmo esquema que faria com o LM1881 se ligasse o cabo diretamente em um monitor VGA.

      Agora se por acaso o seu monitor não aceitar 15Hz, seria interessante você procurar pela placa GBS-8220, mas recomendo importar do eBay, porque no Brasil o pessoal anda metendo a faca.

  13. Marcello Mancini

    ‘Se o seu monitor já aceita 15Hz, você não precisaria deste conversor”

    Desculpe, eu não expliquei direito..

    Eu já tenho um monitor lcd que funciona com um separador de sincronismo, SEM NECESSIDADE deste conversor.

    O motivo pelo qual eu comprei este conversor É QUE EU QUERIA USAR EM OUTROS LCD’S QUE EU TENHO e não roda a 15khz..

    Então , pelo que eu ENTENDI, eu JOGUEI DINHEIRO FORA, não é?

    Pois esse conversor não é o IDEAL..

    É isso?

    Eu não entendi o que ESSE CONVERSOR FAZ realmente..

    Se eu retirar o SEPARADOR de sincronismo e ligar NA ENTRADA VGA IN do conversor será que funciona?
    Vc entendeu a ligação que eu fiz?

    Eu fiz assim:peguei o cabo que vem da placa já com o separador de sincronismo(pq a placa só tem rgb com o sincronismo composto, e o monitor exige o v e h separado) e conectei a entrada VGA IN do conversor e a VGA out coloquei ligado ao MONITOR que NÂO aceita 15khz..

    Não funcionou, ficou só TELA AZUL e nem mostra que sistema é, tipo PAL, secam, etc

    Obrigado

    1. Mauro Xavier

      Marcelo,

      Agora entendi o caso, vou te explicar em detalhes.

      Realmente, se você quiser ligar micros pela saída RGB de 15Hz deles, caso do Amiga, MSX, ZX Spectrum entre outros, sem que seu monitor suporte esta frequência, você terá mesmo que usar placas como a GBS-8220.

      Se você for utilizar uma máquina que tenha saída de vídeo composto e s-video, aí sim este conversor dá conta do recado. Obviamente a saída RGB pura sempre será melhor, ainda mais em monitores de 15Hz que casem perfeitamente com o padrão dos micros antigos, em todo caso, esta plaquinha GBS-8220 é no geral bem elogiada, fora que você nem precisaria de circuitos extras para separar os sinais, pois ela tem vários tipos de entrada, aceitando H e V separados, Sync on Green, vídeo componente etc, para então converter para VGA e rodar em qualquer monitor.

      Caso você tenha comprado este conversor exclusivamente para usar a saída RGB de 15Hz em qualquer monitor, aí já era, ele não é feito para isso. Eu mesmo já testei no Amiga, e não há nenhum processamento na entrada VGA dele, é praticamente uma passagem direta do conector.

      Aqui fiquei satisfeito usando o Apple II com adaptador de vídeo composto para s-video, usando o Atari 65XE em s-video real e o ZX-Spectrum +2 pelo vídeo composto, todos ficaram bons. Em contrapartida, o MSX (PAL-M) e o Amiga (ao usar o NTSC 50) SEM CONDIÇÕES. Porém, lembre-se de que há várias versões deste conversor, nem sempre dá pra saber com qual tipo de processador você foi “presenteado”.

      Qual é o micro que você está tentando utilizar em outro monitor que não aceita 15Hz?

  14. Marcello Mancini

    “Caso você tenha comprado este conversor exclusivamente para usar a saída RGB de 15Hz em qualquer monitor, aí já era, ele não é feito para isso. Eu mesmo já testei no Amiga, e não há nenhum processamento na entrada VGA dele, é praticamente uma passagem direta do conector.”

    Poxa..

    É isso mesmo..Eu comprei para uso exclusivo..
    Que mico..95 reais no lixo..
    Muito obrigado pelas respostas Mauro, vc foi muito cordial e legal para comigo.Eu devia ter te CONSULTADO ANTES..

    Eu tenho 6 placas arcades comsaida rgb 15htz e esse é o meu unico objetivo, pois tenho 2 monitores lcd de 22 e 37 que NÂO aceitam 15htz.

    A imagem do MONITOR que aceita ficou 1000 vezes melhor que o do MONITOR ARCADE, nitida sem ranhuras e 480i

    No monitor arcade dava para ver as imperfeições e a do lcd ficou que nem digital..

    VAleu, e agora vou ficar com esse Micão

    1. Mauro Xavier

      Olha, pega a GBS-8220 que você não vai se arrepender, ela é feita e recomendada exatamente para arcades. Clique aqui para ver.

      Uma pena eu já ter fritado meus tubos este mês com o Atari 65XE e alguns acessórios, se não eu pegaria teu conversor.

  15. Lisias

    Mas quem quiser manter as configurações terão que deixar o aparelho ligado, o que pode não ser uma boa ideia.

    Não recomendo deixar o aparelho ligado o tempo todo.

    O meu pifou por causa disso – deixei ele em “stand by” por umas 8 horas, e ele nunca mais ligou. ¬¬

    1. Mauro Xavier

      O meu eu desligo sempre… E esse esquema de armazenar as configurações da opção USER é aleatório.

      Algumas vezes deixei o aparelho desligado uns dois dias e a configuração da imagem não havia se perdido ao ligar, em compensação, outras vezes aconteceu de em apenas uma hora desligado a configuração resetava.

      Mas enfim, eu DESLIGO SEMPRE ao terminar de usá-lo…

  16. mario

    Posso usar este conversor na minha van escolar ligando a saida rca do meu aparelho de dvd a um monitor com entrada vga?

    1. Mauro Xavier

      Sim, sem problema algum. Testei aqui com dois aparelhos de DVD e ficou bom.

  17. Rafael

    Eu tenho um desse que funcionava que era uma beleza num monitor CRT 17 da LG. De repente parou de funcionar. Será que existe um master reset? O monitor não estava aterrado e dá choque no conector VGA, será que foi isso que queimou o conversor?

    1. Mauro Xavier

      Infelizmente li uma série de relatos sobre estes conversores, e muitos deles são semelhantes ao seu.

      Ele realmente apresenta problemas facilmente, entre os casos que li destacaram-se:

      – Falta de aterramento
      – Retorno de energia por parte do monitor
      – Deixar o equipamento ligado dias a fio, mesmo sem utilizá-lo
      – Oscilação de energia da tomada

      Enfim, se ele não acende mais a luz ou está dando uma tela preta, provavelmente seu conversor já era… Não vi ninguém que tenha conseguido resolver nenhum destes casos.

  18. Raphael

    Olá Mauro,

    Primeira vez que venho ao site, gostei muito, parabéns!
    Olha, eu to numa odisséia para conseguir rodar um Playstation 2 num monitor VGA a um preço viável. Você acha que esse aparelho resolveria meu problema? Outra coisa, eu só to conseguindo achar esse aparelho a um preço razoável lá fora, se você puder indicar algum lugar que possa comprar aqui no Brasil, agradeço muito.

    Desde já agradeço pela ajuda.

    Atenciosamente,

    Raphael

    1. Mauro Xavier

      Se você quiser uma qualidade imbatível, use o cabo vídeo componente e ligue teu PS2 no adaptador chamado GBS 8220, procure no eBay que você encontra ele por cerca de US$ 30.00.

      Dê uma olhada nestes vídeos mostrando um PS2 rodando nesta placa:
      http://www.youtube.com/watch?v=BOlX3PMq__o
      http://www.youtube.com/watch?v=km73i8d-PFc

      Aviso que o GBS vai exigir uma fonte externa de 5V, e se inverter pode queimar o aparelho.

      Se quiser gerar scanlines de forma mais econômica (RetroVGA), tem aqui para vender:
      http://shop.brunofreitas.com

      Apesar de estar em inglês, o preço é um reais e tudo está no Brasil.

      1. Walther

        Ola amigo parabens pelo post…queria saber: com esse aparelho consigo ligar meu dreamcast em um monitor VGA?

        1. Mauro Xavier

          Consegue sim, mas para o Dreamcast recomendo que você use o cabo VGA original dele, pois é um console que a grande maioria dos jogos já tem a resolução em VGA (640×480), com alguns poucos títulos que não são compatíveis com este cabo.

          Você terá sem dúvida a melhor imagem que o console pode oferecer, eu quando tinha um Dreamcast com o cabo VGA, cheguei a ligar em TVs LCD de 42″ e fica ótimo também. Dê uma busca no Mercado Livre como “Dreamcast VGA”, mas te aviso que é difícil achar o cabo por um bom preço, é meio salgado mesmo, talvez no eBay você ache mais barato e compense esperar o tempo do envio.

          Agora se for usar o adaptador de RCA para VGA, você estará perdendo resolução em relação ao que o console pode oferecer.

      2. Mulambo

        Conseguiu testar em uma conexão S-video ? Estou querendo comprar um tambem para rodar o Playstation 2 em um monitor e gostaria de saber se na S-video há melhora em comparação com a video composto. Achei um no ML só q ele só é video componente para VGA assim eu ñ poderia ligar os games mais antigos como o Nintendo 64 e o Playstation 1 nele. Esse vc conhece ? Essa placa q vc mencionou (GBS 8220) só tem ela em sites gringos ?

        1. Mauro Xavier

          Usando o S-Video a melhoria é grande, mas depende um pouco do aparelho também. O N64 e PS1 em S-Video ficam muito bons nela, mas vale lembrar que você irá ganhar os “serrilhados” de brinde, característica da resolução nativa do console.

          A GBS 8220 e 8200 tem no ML, mas chega a ser mais de três vezes mais cara que comprar no exterior.

  19. Reinaldo Souza Reis

    Pessoal algum de vocês podem me dar uma luz? Comprei um conversor desses “Conversor Av S-video Para Vga Com Pip Com Picture In Pictur”
    segue o link no ML: http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-440035624-conversor-av-s-video-para-vga-com-pip-com-picture-in-pictur-_JM

    minha ideia é transformar um monitor LG de 21 polegadas que eu tenho em uma tv conectei o monitor em um videocassete que eu tenho parado em casa através desse conversor só que não da cor em pal, ele não tem a opção
    pal-m somente pal, será que fiz alguma coisa errada? alguém já tentou fazer isso e teve sucesso? Aguardo respostas abrassão a todos…

    1. Mauro Xavier

      Infelizmente tive este mesmo problema, o PAL 50 Hz puro europeu ele pega na boa, mas o nosso PAL-M é tão “maluco” que tiveram coisas que liguei e pegou cor, já outras ou ficou preto e branco ou ficaram com as cores distorcidas e imagem bem precária.

      Por exemplo, o TK 2000 que é PAL-M rodou na boa, já o MSX Expert ficou com as cores bem ruins e distorcidas.

      Fora deste post, liguei também um PSOne transcodificado em um NES nacional da Playtronic, ambos PAL-M, e ficaram com a imagem melhor, mas com cores distorcidas, isto é, com partes da tela de uma cor, outras porções rosadas e assim por diante.

      Infelizmente creio que este conversor não seja recomendado para PAL-M. Tente mudar o seu vídeocassete para reproduzir no padrão NTSC, a maioria tinha esta opção.

  20. Claudia Xavier

    Olá. Preciso de ajuda, não consigo instalar este aparelho, na TV só aparece aquelas barras coloridas ou então uma mensagem “sem sinal” o que faço?

    1. Mauro Xavier

      Será que seu aparelho na verdade não é o contrário? Isto é, converte de VGA para vídeo composto?

  21. juliano

    estou com uma smart tv de 32. Full hd. Coloquei meu nintendo 64 para rodar com o cabo original rca e a imagem ficou sem aquele contraste e preenchimento de cores q todos esperam ver. Enfim; comprei o cabo s-video para meu n64 e esse aparelho conversor e estou ansioso para poder testa-lo. Detalhe. Meu n64 eh canadense ntsc. Serah q terei um resultado superior ao video composto? Q me deu uma vontade de meter fogo em tudo kkkkk.

    1. Mauro Xavier

      Se a sua TV tiver entrada S-Video, é melhor ligar direto nela sem este conversor… Agora se ela não tiver, só mesmo usando o conversor para ligar o S-Video na entrada VGA.

      Agora só não sei se a qualidade ficará como você imagina…

      Um N64 fica perfeito em uma TV de tubo de 29″ ou maior, com entrada S-Video, aí a qualidade é fantástica.

  22. juliano

    seguinte. Testei o conversor e soh funcionou legal o video composto. O s-video ficou com listras coloridas na vertical. Soh faltava agora meu cabo s-video nao ser bom. Jah desmontei e ressoldei tds os pinos do cabo e nada. Vou testar o cabo em alguma tv de tubo como vc disse. O aparelho funciona. Acho q vou vender pra alguem q precise de mais entradas de video composto na tv. Agora a unica entrada q tem sobrando nas tvs eh hdmi. Triste.

    1. Mauro Xavier

      Bem estranho ficar com listras verticais em S-Video, isso não é comum.

      1. REGIS

        ola amigo,keria saber se eu ligando o meu dvd automotivo na tela de um monitor fika legal?
        abração

        1. Mauro Xavier

          Fica sim, já testei para um amigo que usou este conversor com uma tela de LCD de 19″ no carro e ficou bom.

  23. Judson

    Olá, preciso de sua ajuda. Tenho uma placa de captura para câmeras de segurança, nela possui uma saída RCA de vídeo, porém eu não tenho uma tv para colocar, mais tenho um monitor com entrada VGA. Se eu usar um desses a imagem fica boa no monitor? se sim, gostaria que vc me informasse o link desse produto no mercado livre, pois não to encontrado desse tipo VIDEO TO VGA, só encontro VGA TO VIDEO. Obrigado

    1. Mauro Xavier

      Este é exatamente o modelo que fiz a avaliação:
      http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-459766057-conversor-de-video-rcasvideocomponentetv-para-vga-_JM

      A imagem, se for NTSC, fica muito boa. Já testei com aparelhos de DVD e fica legal.

  24. Bruno

    Mauro, eu posso usar esse conversor para assistir tv direto de uma antena parabólica em um monitor lcd e ainda obter uma boa qualidade?

    1. Mauro Xavier

      A boa qualidade vai depender mais do seu sinal da parabólica do que do conversor. Vale lembrar que é uma fonte analógica em um monitor LCD, milagre não irá fazer, poderá ficar semelhante a uma TV LCD recebendo imagens de uma parabólica.

  25. Hugo César Souza Soares

    Boa noite.

    Gostaria de usar esse aparelho para conectar o meu receptor Sky HD (digital) em um monitor LCD 18,5″ LG (analógico).. Saberia me informar se seria possível com esse aparelho e se a imagem chegaria HD no monitor ?

    1. Mauro Xavier

      Não. A imagem via vídeo composto chega em uma resolução máxima de 480i (640×480 entrelaçados). Para enviar imagens em HD você precisa usar cabos vídeo componente ou HDMI que suportam até 1080p (1920×1080 progressivo).

  26. eduardo silva

    Boa tarde.

    Mauro, tenho um conversor idêntico ao seu. Estou com um problema. Não consigo transferir a imagem do meu notebook para a tv (LCD e RCT). Não aparece nem o menu do conversor. Comprei um anteriormente achei que fosse problema e troquei, porém continua a mesma coisa. Não consigo a transferência. No notebook, somente aparece a opção de transferência entre ele e a tv ,quando a resolução está a mais baixa possível ( 800×600), mesmo assim não transfere a imagem para a tv. Preciso para trabalho, uso o power point em minhas aulas. Já testei em dois notebook. Um amigo meu conseguiu no notebook dele, transferir a imagem para o monitor.

    meu note é um sansung (Notebook 305E4A-BD1 AMD Quad-Core 4GB 500GB 14 W7P)

    processador AMD (quad core)
    A placa de video é integrada.

    1. Mauro Xavier

      Creio que seu conversor apesar de externamente ser idêntico, ele tem a função contrária. Eu avaliei o conversor que entra sinal de vídeo composto e s-vídeo, e vai para monitores VGA, no seu caso você gostaria de enviar sinal VGA para vídeo composto.

      Se for para ligar em televisores LCD, creio que a grande maioria tenha entradas VGA ou HDMI, ao qual seu notebook deve possuir. Agora se for CRT mesmo, então precisará do conversor VGA para vídeo composto, pois os notebooks de uns anos pra cá aboliram este padrão. Talvez seu conversor suporte no máximo 640×480 para enviar ao vídeo composto, tente forçar seu Windows em modo seguro para ver se cai para 640×480, só para testar. Ou talvez seu conversor exija 60 Hz, então coloque sua saída VGA em 800×600 a 60Hz e teste novamente.

      Abraços.

  27. Emiliano

    Oi Mauro,

    Post como sempre excelente.

    Possuo um MSX com saída S-Vídeo e criei um pequeno post para documentar os resultados desta experiência.

    Segue o link:
    http://msxouterhaven.blogspot.com.br/2013/03/conversor-rca-s-video-para-vga-no-msx.html

    Humildemente espero ter contribuído com um pouco mais de informações.

    Abraços,

    Emil!

    1. Mauro Xavier

      Opa, no final deste artigo complementei com um link para sua avaliação, que será de grande ajuda a todos os entusiastas do ramo, além de complementar o teste que ficou faltando.

      Agradeço muito por sua prestatividade.

      Abraços.

  28. ismael lacerda

    Bom dia Amigo, estou tendo problemas com um deste aparelho em um serviço estou convertendo imagens de um pc para 4 tv de plasma infelizmente as tubulações não permitem passar cabos vga apena rca estou saindo do pc um cabo rca para um divisor 1X4 esta dando um chuvisco na imagem em forma de faixas na 4 tvs mesmo eu ligando apenas 1 da a mesma faixa o que deve esta acontecendo, tenho algumas teorias que ainda não testei sera que falta de algum terra no pc ou no conversor você ja teve este tipo de problema se sim me ajuda na solução, e otima postagem e muito util para todos que usam estes equipamentos.

    1. Mauro Xavier

      1) Veja se o cabo não está passando junto com a energia elétrica

      2) Use cabo VGA com malha blindada. Ele é flexível e poderá isolar a interferência.

      3) Faça o aterramento do PC e dos televisores.

  29. Elvys Rodrigues

    Ola possuo um receptor de tv que tem saidas rca e svideo, Gostaria de saber se através de cabos vga (20m com filtro) posso ligá-lo em um data show ou precisarei deste componente.

    1. Mauro Xavier

      Normalmente projetores possuem entradas RCA e S-Video, não seria melhor ligar diretamente no projetor usando cabo RCA ou S-Video?

      Se for realmente necessário a conversão para VGA, o cabo deverá ser blindado para não perder qualidade.

  30. valdoir

    Olá amigo, achei interessante seu site, encontrei ele porque estava procurando algo na internet que desse alguma luz. Comprei um conversor destes para ver filmes numa TV de tubo antiga que tem um som ótimo, eu ligava ele no notebook e no AV da Tv e funcionava perfeitamente, no entanto ontem ele simplesmente não funcionou, nada, não apareceu coisa alguma o windows nem detectou um segundo monitor, a versão que comprei é essa: http://dx.com/p/vga-to-cvbs-s-video-pc-to-tv-video-converter-adapter-65726 é um pouco diferente da sua. É possivel fazer algo para que volte a funcionar? O que voce sugere ?

    1. Mauro Xavier

      O que você pode tentar fazer é usar uma outra fonte de 5V e ver se ele volta a funcionar, serve aquela de roteadores da D-Link (desde que 5V). Se mesmo assim ele não ligar, então infelizmente as notícias não são nada boas, provavelmente ele morreu. Você deixava ele ligado direto ou só usava quando fosse realmente utilizá-lo?

  31. EnigmA

    Cara!! Muito bom o seu blog!
    Parabéns!

  32. Euclides Mazzucatto

    Preciso que alguém de uma resposta, a respeito do que vou expor:
    Comprei um conversor desses, idêntico ao mostrado acima, uso ele do receptor da parabólica para um monitor LG CRT 17. Já testei outros monitores e não munda esse problema.
    O caso é que a tonalidade da cor é diferente no lado esquerdo comparado com o direito. Ex: lado direito azul, lado esquerdo azul mudando para lilas; ou então, lado direito laranja, lado esquerdo amarelo esverdeado.
    Alguém já viu esse defeito??? Os comentários serão bem vindos.

    1. Mauro Xavier

      Eu já tive este problema em um console NES da Playtronic, que utilizava o sistema PAL-M. Verifique se o seu receptor tem a configuração para exibir sinal em NTSC.

  33. Claudinei

    Utilizo esse aqui http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-482708948-conversor-vga-p-rca-s-video-pc-p-tv-telo-projetor-_JM, porem ele fica reiniciando toda hora, e detalhe que o meu liga diretamente no USB (nao vem a fonte) o que pode ser?

    1. Mauro Xavier

      Este de seu anúncio é uma versão diferente, mas de qualquer forma, estou estranhando ele não ter vindo com alguma fonte. Talvez o motivo dele reiniciar é porque a forma de alimentação de energia que você está utilizando é insuficiente, pegue uma fonte USB de algum celular ou outra que encaixe direto no plugue (e obedeça a mesma polaridade!), e que tenha ao menos 1A. Abaixo disso, provavelmente o adaptador poderá aquecer e reiniciar.

  34. Claudinei

    Tenho uma fonte de celular aqui com DC5.0V 1500MA, liguei e funcionou. Sendo o conversor de 5v, será perigoso eu utilizar esse tipo de fonte?

    1. Mauro Xavier

      De forma alguma, pode utilizar tranquilamente, o que vale neste caso é que o conversor utiliza 5V na alimentação. A amperagem pode ser maior e irá prover energia de sobra, mas não inferior a 1A.

  35. Claudinei

    Ok, obrigado pela atenção! Espero não ter problemas com isso novamente amigo.
    Grande Abraço. :)

    1. Mauro Xavier

      Qualquer coisa, estou à disposição!

  36. Claudinei

    Estive assistindo tv através do conversor por muitas horas ininterruptas e nada de reiniciar, e outra observação é que não esquentou o conversor como acontecia antes. Muito obrigado novamente, vlw mesmo!

  37. anselmo

    boa noite tenho um projetor epson gostaria de saber qual o aparelho que posso usar junto ao projetor para que eu possar ver o jogo que passar na televisao pois eu estava ultilizando um video cassete para usar a entrada de video aguardo sua resposta

    1. Mauro Xavier

      Olá, Anselmo.

      Creio que seu projetor deva ter entrada VGA, portanto, neste caso seria legal você comprar um box receptor de TV que possua uma saída VGA, como este, por exemplo.

    2. Alexandre

      Você pode usar com um conversor digital, como o Tele System 2400 ou os Semp Toshiba 2007 / 2008.

      Na Eletrônica Santana, o mais baratinho tem por R$130,00.
      O da Semp tá R$199,00 no Magazine Luiza. Antes, no próprio “site” da empresa vendiam por R$150,00. Acho que pararam de fabricar… Tem alguns no Mercado Livre.

      Claro que precisará ter uma boa antena. Mas se o seu televisor já é digital, o conversor também deverá sintonizar…
      (se não tiver, a Proeletronic 1300, a maior deles, com mais de 30 elementos e um booster, talvez – uns R$100,00 na Santa Efigênia)

      Outro problema do projetor é o som… Poderá comprar uma caixa… e ligar os fios de áudio (branco e amarelo) nela…

      (O fio de vídeo – amarelo – será ligado diretamente do conversor ao projetor.)

  38. Dimitre

    Boa Noite, estou querendo ligar uma câmera analógica daquelas com tv pequena. A câmera é conectada na TV por meio de cabo S-vídeo onde transmite imagem som. Saberia me dizer se com esse conversor eu conectar a câmera por meio do
    s-vídeo e conectar o notebook com VGA este aparelho funcionaria a câmera aparecendo a imagem?
    Obrigado.

    1. Mauro Xavier

      Este adaptador serviria somente para apresentar a imagem da câmera em um monitor avulso, e sem áudio.

      Se quiser que a imagem apareça na tela do notebook, precisará comprar uma capturadora USB que tenha entrada S-Video.

        1. Mauro Xavier

          Exatamente! Apenas veja se a sua câmera é NTSC, PAL ou PAL-M, para que você possa perguntar ao vendedor se a capturadora REALMENTE funciona com o mesmo padrão, para não ficar preto e branco.

          1. Dimitre

            Muito Obrigado pela ajuda.

  39. Pablo

    Eu tenho uma antena sky livre só que não é aquela hd é a normal que vem com o receptor pequeninho, ai gostaria de saber se eu ligando esse aparelho eu poderia usar meu monitor para ver tv e quando eu quiser ligar no meu dvd tambem para assistir a filmes
    obrigado

    1. Mauro Xavier

      Sim, funciona perfeitamente em ambos os casos.

  40. Pablo Reis

    Mauro muito obrigado pela resposta, sou leigo no assunto, vou complementar minha pergunta. Só pra ficar bem claro, eu com esse aparelho posso conectar meu monitor diretamente junto ao aparelho da sky livre e usar o monitor como tv, certo?

    Parabéns pelo site, estou impressionado com a quantidade de informações, obrigado mais uma vez

    1. Mauro Xavier

      Sim, exatamente. Imagine que com este aparelho você poderá utilizar qualquer coisa com saída RCA e S-Vídeo em seu monitor, como se fosse um televisor, isso inclui receptores de parabólica, DVDs, videogames etc.

  41. Efraim

    Ola, eu tenho um mega drive com saida RCA e preciso conectar a um monitor que so tem entrada VGA, HDMI ou DVI. Minha ideia eh conecta-lo a entrada VGA, esse aparelho seria o ideal ou existem alternativas mais praticas ou baratas? Fico grato se alguem souber me explicar ou sugerir algo.

    1. Mauro Xavier

      Você tem três alternativas:

      1) Menor qualidade, fácil e sem modificações – Use o conversor Vídeo composto para VGA e ligue seu Mega Drive direto no monitor.

      2) Boa qualidade, mas exige modificações no console – Faça o mod de saída S-Video no seu console. Ao usar um conversor semelhante a este que fiz a avaliação, a imagem ficará bem melhor do que se utilizar vídeo composto.

      3) Qualidade máxima, sem alterações, porém, mais caro – Compre um cabo SCART para Mega Drive e depois um conversor SCART para HDMI. A imagem ficará a mais limpa possível e também será mais adequado para monitores LCD. O cabo SCART e o conversor SCART/HDMI você encontra com o melhor preço somente no eBay, mas o conjunto pode sair por cerca de 100 dólares, sem contar o frete.

      1. Efraim

        Mauro, MUITÍSSIMO obrigado pela sua ajuda.
        Deixa eu te fazer só mais uma pergunta: você sabe onde eu posso encontrar o esquema para este mod? Será que eu mesmo consigo fazer esta adaptação? Mais uma vez obrigadão.

        1. Mauro Xavier

          Clique aqui e veja o esquema do mod s-video para a primeira versão do Mega Drive.

          Para a segunda versão do MD (aquele de tamanho menor), o esquema você pode conferir clicando aqui.

          Nenhuma destas modificações servem para aqueles consoles emulados mais recentes, mesmo para aquele Mega Drive branco com jogos na memória que ainda tem entrada de cartucho. Se eu pudesse lhe recomendar, diria para pegar a primeira versão do SEGA Genesis ou Mega Drive, que na maioria das vezes tem um som melhor.

          1. Efraim

            Ola Mauro,

            Tudo bom? Mais uma vez obrigado pela resposta. Vou abusar um pouco mais da sua gentileza, ate por que voce me transmite muita seguranca e isso me ajuda muito. Olha, nao sei se vc saca ou sabe algum site/lugar que saque disso, queria poder destravar a regiao do meu Mega Drive, voce saca deste assunto? Conhece algum local que tenha um esquema que mostre onde fazer isso nas placas?

            Abracao

          2. Mauro Xavier

            Existem diferenças na modificação para regiões, de acordo com a versão da placa mãe do Mega Drive.

            O Mega Drive 1 tem duas versões que mostram os jumpers de forma diferente, segue o link para cada versão:
            http://mdpal60.net/wiki/megadrive/regionmod/start
            http://www.instructables.com/id/Sega-Genesis-Model-1-Region-Modification

            E este é para o Mega Drive modelo 2 (versão menor):
            http://www.mmmonkey.co.uk/console/sega/md2switches.htm

            Pode perguntar à vontade.

            Abraços.

  42. juan luiz pedroso berardi

    Oi boa noite gostaria que vc me tirasse uma duvida gostaria de melhorar a imagem do video composto e do svideo em tv lcd para video games antigos como n64 ,ps1 ,saturn e entre outros
    Seria assim esses video games fazem no máximo 360 resolução sendo que a minha tv faz 768p , como vi que ele aumenta a resolução será que ficara melhor pois a entrada vga e melhor qualidade que o svideo e o composto

    1. Mauro Xavier

      Videogames como N64, PS1 e Saturn tem a resolução de 240p, e geram resoluções maiores por meio de entrelaçamento.

      Para ter a maior qualidade de imagem, este conversor NÃO É RECOMENDADO pois ele escalona a resolução de entradas comuns, exatamente o que os televisores de LCD e Plasma fazem. O correto é você adquirir o cabo SCART de cada um destes consoles a fim de extrair a imagem em RGB, que é o melhor sinal possível que estes videogames podem oferecer. Então compre estes cabos e um conversor SCART para HDMI, que poderão ser encontrados facilmente no eBay, mas terá que importá-los.

      Estou à disposição.

  43. Juliano vieira

    Olá, eu gostaria de agradecer pela dica deste conversor, mas não deu certo para o q eu queria, tentei ligar o n64 com cabo s-video para vga e a imagem ficou em preto e branco, consegui alguns tons leves de cor mexendo nas configurações, mas não ficou legal, ele só converteu composto para vga, isso ele fez bem, mas eu só queria s-video mesmo.

    Comprei pq minha tv não tinha entrada s-video.

    Composto para vga ele faz bem, mas s-video para vga não deu certo, e foi só por causa do s-video q eu comprei :/

    Espero q outros não tenham o mesmo azar.

    1. Mauro Xavier

      Lamento que para você não tenha dado certo… E realmente, este aparelho é complicado achar exatamente o que se deseja, pois apesar da aparência externa ser semelhante, nem sempre compramos o mesmo… Coisas da China.

      Se o seu Nintendo 64 for da Playtronics / Gradiente, então é meio complicado pois usa o sistema de cores PAL/M, sendo que sempre estes aparelhos se dão bem com o nosso padrão brasileiro, e se realmente for este o caso, teria sido melhor comprar a versão da Leadership, que é um aparelho maior e um pouco mais caro mas costuma se dar melhor na conversão de cores, ainda mais com relação aos consoles.

      Agora se o seu N64 for americano ou japonês, não faz sentido ter ficado preto e branco usando o S-Video, só mesmo se o aparelho for “clone do clone”, o que se tratando da China, não é tão difícil de acontecer.

  44. Lindimar

    Olá amigo, boa tarde, comprei o Conversor Pc Tv (Converte Vga P/ Rca E S-video – Pal E Ntsc), mas ao ligar de acordo com as instruções no manual a tv e o pc (notebook) ficam ligando e desligando a tela, pode me ajudar?
    Tentei em svideo, rca.
    Obigado.

    1. Mauro Xavier

      Tente diminuir a resolução de seu PC para 640×480 ou 800×600, em 60 Hz de atualização. Talvez isso possa resolver o problema, além de apresentar uma imagem mais nítida em uma TV CRT.

  45. Sisifo

    Excelente review! Comprei um v2hd da mygica, pra usar com meus consoles antigos, e joguei dinheiro fora, poucas opções e ele simplesmente não converte sistema de cor algum.
    Ainda por cima, é bem mais caro que esse modelo que vc apresentou!
    O modelo que comprei foi esse:
    http://i01.i.aliimg.com/img/pb/338/392/494/494392338_484.jpg

  46. Sisifo

    Depois da minha decepção com o modelo v2hd da mygica, tentei pegar esse e passei um tempinho testando ele e os resultados não foram nada bons.
    Para o snes Playtronic, cores distorcidas e linhas.
    Mesma coisa no Mega Drive 3, Master System 2 e 3 e Saturn, todos PAL-M.
    Para o Playstation, ele rodou bem com o vídeo composto e preto e branco no S-Video.
    O único console que rodou bem no S-Video foi o 3DO, que é e sempre foi NTSC.
    O aparelho não reconhece corretamente o sistema de cores, se tivesse um jeito de forçar ele em um modo seria melhor.
    Não testei no Neo Geo e no Famicom, como são NTSC acredito que vão funcionar corretamente.
    Fica ai pra quem quer usar ele pra consoles…
    Vou tentar o LCD TV Box, como última opção.
    Se alguém souber de algo que eu possa fazer, eu agradeço!

  47. Edu

    Mauro boa tarde …gostaria de saber como faço para compartilhar meu monitor a outro pc via cabo ? ou seja gostaria de entrar no meu pc e ter a opção de ver a tela do computador ao lado, mas isso via cabo sem ser remotamente, como li sua avaliação sobre essa placa gostaria de saber se com ela posso tentar fazer isso ou na sua opnião existe outra maneira.

    Grato

    Edu

    1. Mauro Xavier

      Se forem duas telas VGA, basta comprar um cabo splitter VGA e pronto… Agora se for um monitor VGA e outra TV, terá que comprar o conversor INVERSO ao que mencionei no meu post, isto é, tem que ser de VGA para RCA. Normalmente os conversores tem a saída VGA simultânea que passa direto, junto com a imagem gerada em vídeo composto ou s-video.

      1. Edu

        Boa tarde Mauro …
        Os dois são VGA, ou seja quero poder ver em meu monitor do meu pc a tela do computador ao lado, ou seja dentro do meu windows da minha tela uma opção para que eu veja tudo que se passa no computador ao lado, nem que eu tenho que jogar essa entrada VGA do monitor ao lado como TV ou outra opção que o emule como se fosse um programa de acesso remoto só que via cabo, como o programa Team Viewer só que não preciso ter acesso a nada só de ver o que se passa .

  48. Thiago Aragao

    Grande Mauro, parabéns pelo artigo! Gostaria de tirar uma duvida com relação a este equiamento. Temho um monitor lcd de 14”. Tenho um receptor de vídeo com saída RCA conector amarelo! Pretendo ultilizar esse conversor para ligar meu receptor de vídeo ao monitor vga que pretendo usa…. você acha que esse conversor supre minha necessidade? Abraços

    1. Mauro Xavier

      Fala, Thiago!

      Se você quer jogar imagens de recepção de TV, video cassete e qualquer outra coisa que entre RCA em seu monitor de 14″ LCD, sim, irá lhe servir. Só não espere uma qualidade perfeita se observar de perto.

      Abraços.

  49. andre

    esse conversor funciona eu jogando a imagem no cabo rca para saida vga em um projetor sony?

    1. Mauro Xavier

      Sim, funciona, mas dependendo da fonte de vídeo composto, não espere por uma qualidade perfeita.

  50. João Luis Melo

    Boa tarde ,

    Adquiri um placa gbs 8220 v3.0 e estou tentando ligar numa máquina muito antiga que a conexão é DB9 tenho a pinagem e quando eu ligo a minha placa conversora a imagem aparece perfeitamente porem fica deslocada pouca coisa na horizontal.

    Algumas informações dessa máquina não aparece pois a tela ficas deslocada.

    a pinagem é a seguinte 1e2 gnd 3red 4 green 5 blue 6nc intensidade nc 8 horizontal e 9 vertical

    quando eu encosto o pino 6 ou 7 no horizontal a imagem aparece perfeita como deveria ser… porem por 3 segundos então aparece fora de sinal…. alguém já passou por isso e saberia me ajudar ?? tenho foto e vídeo do funcionamento.

    1. Mauro Xavier

      Tente unir o horizontal e vertical do Arcade na pinagem do horizontal da placa ou vice-versa. Tente também utilizar as outras entradas, seja o VGA ou vídeo componente. Parece estranho dizer isso, mas já peguei várias placas destas, e incrivelmente cada uma se comportou de um jeito completamente diferente, mesmo que elas externamente parecessem idênticas. Portanto, se tratando da GBS 8200/8220, não há uma “ciência exata”.

  51. Luiz Arthur

    Boa noite amigo, estou querendo comprar este mesmo conversor para conectar meu SNES e o N64 em um monitor Phillips 22′ que tenho aqui. A imagem com o video composto ligado diretamente a ele está boa, mas queria deixar o melhor possível. Com esse conversor (por cabo VGA) eu conseguiria um resultado satisfatório? Foi o modo mais barato que encontrei de fazer essa conversão (do S-Video do SNES/N64 para o VGA da TV).

    1. Mauro Xavier

      Se o seu monitor Philips não tiver entrada S-Video, então poderá ficar melhor usar o conversor sim. Porém, existem esquemas para sair vídeo componente destes consoles, e neste caso poderia ser melhor comprar um conversor de vídeo componente para HDMI.

      Existe também a possibilidade de comprar cabos prontos SCART e um um conversor SCART -> HDMI, mas esta alternativa tem um valor mais alto.

  52. Wellington

    Olá amigo

    Queria lhe pedir um ajuda extra… Estou querendo montar um fliperama e utilizar uma TV de tubo como monitor. Tenho um pc velho com uma placa de vídeo Geforce com saída RCA e S-Vídeo, porém a qualidade do vídeo na tv fica desfocada tornando muito difícil a leitura de caracteres. Perguntei a vários vendedores no Mercado Livre sobre isto e todos falaram maravilhas deste conversor, mas ainda sim estou com um pé atrás.

    Aí vem a pergunta: a imagem fica boa mesmo se eu usar este conversor na função VGA para RCA?

    1. Mauro Xavier

      Só analisei o conversor de RCA para VGA, mas mesmo um que entre VGA e sai vídeo composto, com certeza não faz milagres. Deve ficar quase a mesma coisa que uma placa de vídeo com saída nativa de TV.

  1. Teste da TV/Monitor SAMSUNG T22B300 « PopolonY2k rulezz

    […] Voltando ao assunto, nos ultimos 5 anos eu tenho sentido cada vez mais a dificuldade de conseguir utilizar o MSX e também o AMIGA em monitores modernos e sempre nesses casos acabo apelando para os famosos adaptadores de video composto/S-VIDEO para VGA, como o que foi analisado pelo site parceiro, Casa dos Nerds e que pode ser lido aqui, nesse link. […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


1 × um =

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>